101 coisas em 1001 dias

                      


 Pessoal
1. Me mudar pro apartamento novo.
2. Guardar dinheiro, pra nada específico. Sò guardar.
3. Fazer um jantar com amigos.
4. Atualizar mais o blog.
5. Terminar todos os seriados.
6. Tirar carteira de habilitação.
7. Parar de dormir muito tarde.
8. Ter um caderno de receitas.
9. Parar de acordar muito tarde.
10. Começar a praticar algum exercício físico.
11. Organizar todas as fotos do meu computador.
12. Manter o computador mais limpo.
13. Desenhar mais.
14. Deixar minha mãe mais tranquila.
15. Aprender a usar Aquarela.
16. Manter o guarda-roupas organizado.
17. Fazer as unhas ao menos uma vez por semana.
18. Fazer menos chapinha.
19. Levar minha avó pra conhecer o apartamento novo.
20. Revelar fotos.
21. Comprar mais livros,
22. Amar alguém como quando eu não tinha medo de amar.

❤ Viagens
23. Viajar com a minha mãe
24. Ir pra Minas ao menos duas vezes por mês.
25. Viajar com as minhas amigas.
26. Passar o reveillon em algum lugar especial.
27. Conhecer São Thomé das Letras.
28. Viajar de carro.
29. Começar a me organizar pra uma viagem internacional.

 Trabalho
30. Trabalhar na minha área.
31. Ter horário certo para trabalhar.
32. Não trabalhar aos sábados.
33. Pagar a faculdade com meu próprio salário.
34. Trabalhar em algo que eu goste.
35. Trabalhar com gente jovem.
36. Carteira registrada.
37. Ter um salário que me deixe um pouco livre.
38. Não ter que pegar mais de 2 ônibus pra ir trabalhar.

 Estudo
39. Continuar a faculdade de Moda.
40. Entrar em um curso de inglês.
41. Fazer um curso de fotografia.
42. Média 8.
43. Não pirar com a faculdade.

 Compras
44. Comprar um celular novo.
45. Comprar um espelho com moldura.
46. Comprar uma câmera semi profissional.
47. Comprar uma luminária.
48. Dar uma vale presente de alguma loja para minha mãe.
49. Comprar uma bolsa baú.
50. Comprar mais roupas
51. Comprar uma penteadeira
52. Comprar lápis de cor novos.
53. Comprar um moleskine.
54. Comprar um caderno profissional de desenho.
55. Comprar uma máquina de costura.
56. Comprar maquiagens novas.

 Variados
57. Aprender a meditar.
58. Ser mais gentil do que precisa.
59. Ser mais legal com a minha mãe.
60. Conhecer SP.
61. Comprar mais coisas online.
62.Ler no mínimo 3 livros por mês.
63. Ir a mais festas.
64. Deixar de comer salsicha definitivamente.
65. Aprender a fazer filtros dos sonhos.
66. Desativar o Facebook.
67. Fazer trabalho voluntário.
68.  Ir a um show de rock.
69. Conhecer o Sham Rock
70. Ir no cinema com mais frequência
71. Rir até chorar mais vezes.
72. Ver minha mãe rir até chorar mais vezes.
73. Comprar um microondas.
74. Usar coroa de flores.
75. Ser mais desencanada.
76. Ser papai Noel dos Correios.
77. Andar de Long Board.
78. Jogar alguma coisa com o M.
79. Tirar o aparelho.
80. Jogar volêi.
81. Me permitir perder a paciência.
82. Fazer um mural de inspirações
83. Aproveitar mais as festas.
84. Desenhar o rosto da minha mãe e dar de presente pra ela.
85. Ligar pra minha mãe pelo menos 2 vezes por dia.
86. Ser mais organizada com as minhas contas.
87. Fazer planos a dois <3
88. Cumprir planos a dois.
89. Zerar algum jogo com alguém.
90. Melhorar a postura.
91. Ir a uma cachoeira.
92. Voltar pros 52 KG.
94. Nunca esquecer protetor solar.
95. Assistir os 3 Senhor dos Anéis + 2 Hobbit
96. Comprar roupas em um site internacional.
97. Comprar coturnos novos.
98. Usar uma agenda.
99. Tirar mais fotos e ser menos tímida nelas.
100. Comer mais coisas saudáveis.
101.Nunca deixar de agradecer.

Top 5: Blogs



Então, eu sou muito chata pra visitar blogs, demorei muito tempo pra encontrar blogs que eu curtia ler e que abordavam os assuntos que eu precisa. Eu não sei se sou só eu, mas eu não consigo de jeito nenhum ler blog que tenha o layout muito borrado, cheio de coisas e pá.. Eu fico tipo perdida, confusa, não consigo me concentrar  no conteúdo, e até esse é um dos motivos do Pub ser bem simples, porque além de não conseguir ler blogs assim, eu também não consigo escrever, não consigo fazer nada haha uma chatice sem limites.

E pensando que talvez existam garotas por aí tão exigentes frescas como eu, eu decide colocar aqui os meus top blogs, que são os que eu entro todo dia, que me ajudam muito no quesito de moda, indicação pra seriados, textos bacanas, todas essas coisas de mulherzinha.

Bom, eu não tenho uma ordem de preferência, porque todos são ótimos e bem completos, mas vou citá-los por “ordem de descobrimento” rs

Just Lia - O Just Lia foi o primeiro blog que eu li em toda minha vida, e foi o que me fez ficar apaixonada por essa forma mais “aberta” de contato com as pessoas. Comecei a ler porque eu era bem novinha e lia Capricho, e a Lia era colunista lá, então um dia ela indicou o blog e dai em diante eu virei leitora assídua. O JL é um blog bem voltado pra moda, mas aborda assuntos bem diversificados, e uma das coisas mais interessantes é que a Lia não foca nesse universo de looks do dia com roupas caras e talz. Por lá da pra encontrar MUITA referência de roupa barata e legal, e não só roupas, sapatos, produtos de beleza..Enfim, vale muito a visita!

Garotas Estúpidas - O GE também tem como pauta principal “moda”. A Camila, dona do blog, é uma fofa e o que chama muita atenção é a forma de escrever, parece que você ta falando com uma pessoa que conhece a anos, rs. Fora que os looks da Camila são uma inspiração a parte, ela tem um estilo muito variado, que vai do Esporte Fino ao Rock, ou ao Pin-up  ou ao Sweet fácil fácil. Inspiração pra todos os estilos e ocasiões.

Depois dos Quinze - O Depois dos Quinze é amor, gente! A Bruna Vieira é uma garota que morava no interior de Minas e sofreu uma decepção amorosa (soa familiar? Hahaha) e como era muito tímida criou o blog pra desabafar. Depois de um tempo o blog passou a abordar assuntos como Moda, Viagens, Seriados, Filmes, Música, e teve um crescimento muito grande que levou a Bruna a conquistar coisas incríveis e crescer muito sem perder a essência de garota do interior. O DDQ é super completo, desde textos lindos a looks incríveis.

Radioactive Unicorns - Eu sei, o nome é bem complicado rs eu mesma já perdi o link várias vezes e fiquei que nem louca procurando rs mas é só salvar aí nos favoritos e fica tuuuuudo certo. Bom, o Radioactive Unicorns não é um blog tão profissional quanto os outros que foram citados, a Giovanna escreve com menos frequência que a Bruna, a Lia e a Camila. Mas cada post novo é um show a parte, a Gi é liiiiiiiinda, os looks e dicas dela são incríveis e ela faz com que você se sinta conversando com sua melhor amiga enquanto le o blog.

  Isabela Freitas - Esse blog tem algumas dicas de moda sim, mas é mais voltados pra Comportamento. Cada atualização traz junto um texto liiiiiiiiindo, escrito pela própria Isabela, que é a RAINHA DO DESAPEGO HAHAA, ou por um (a) dos (as) colaboradores (as), isso mesmo gente, MENINOS escrevem lá!!!! Não precisa dizer mais nada né, corre lá que é imperdível!

Le blog de Betty - E por último, mas de jeito nenhuuuuuuum menos importante, o Le Blog de Batty, queridinho das fashionistas! O blog é francês e tem tradução pra português. È praticamente uma escola no mundo da moda, a Betty viaja muito, vai a muitos eventos importantes e escreve tudo lá. A linguagem do blog é ótima, com muitas fotos e textos beeeeem claros. E cada look da Betty é uma surpresa, ela mostra que qualquer roupa, de qualquer marca e em qualquer tipo de corpo pode sim ficar linda e ser surpreendente. È parada obrigatória!

Bom gente, esse foi o meu TOP 5 de blogs, ficou meio longo, mas acho que nesse caso precisava de uma explicação melhor, né? Espero que gostem, e deixem seus blogs  pessoais e os seus preferidos aí nos comentários, assim a gente vai dividindo tudo!

Um beijo.

Aval




Eu disse a ele hoje que não poderia continuar. E pela primeira vez não fui egoísta, sabia que facilitaria pra mim te esquecer se tivesse alguém ao lado, mas facilitaria pra ele ficar ao lado de alguém tão confusa e, no momento, caindo? Porque era assim que eu me sentia, um ano já tinha se passado e eu me sentia no chão, cada vez que um dia terminava e você não estava aqui.

Foi doloroso abrir mão dele, mas nem de longe tão doloroso quanto foi ver você abrindo mão de mim. E no momento em que abri mão dele, me dei conta que era o certo e fazer, e mais certo ainda era deixar de te esperar, e de usar pessoas pra tapar buracos que tinham sido abertos com sua partida.

Mas naquele momento em que dei a ele um aval pra se apaixonar por alguém livre, sem bagagens, pedi aos céus, a sorte, a mim mesma pra que junto com ele você também partisse. Saísse do meu coração e me fizesse finalmente livre, livre de saudades, e de dúvidas, e de olhares que fingem sentir alguma coisa. Livre pra conseguir amar o menino incrível que escrevia poesias pra mim enquanto você havia apenas se tornado uma nova versão de quem eu um dia amei, e não conseguia deixar de amar. Um desconhecido. E então passei a perceber que quando você partiu não foi sozinho, levou com você algumas pessoas que você nem conhecia e que, por sua causa, eu também não pude conhecer.

Viagem



Um dia desses entrei em um ônibus, e cheio como estava sentei em uma poltrona com uma pessoa ao lado. Nem me virei pra ver quem era, mas quando respirei fundo me veio aquele cheiro. O cheiro que eu não sentia com tal intensidade a mais de 1 ano, mas que eu me lembraria se sentisse de novo mesmo depois de 10 anos, o seu cheiro.

O impacto de senti-lo depois de tanto tempo me fez prender a respiração, e só então olhei pra ver quem era. Eu sabia que não era você, mas meus olhos precisavam ver pra quem sabe assim eu parar de suar frio e minhas pernas sossegarem. Vi que não era, mas não parou. Senti tudo aquilo de novo, se fechasse os olhos poderia ver seu rosto com a maior facilidade do mundo.

O vento batia no garoto e o cheiro vinha com toda força sobre mim, o mesmo cheiro que tinha seu carro quando você chegava pra me buscar pra algum lugar, cheiro de tranquilidade, de proteção, de clama, de você. Eu teria sentido tudo isso outra vez, mas então o vento bateu no lado contrário e levou o cheiro pra longe de mim. Me encontrei presa ao dilema de respirar o mais fundo possível pra buscar o cheiro de volta, ou de aproveitar que estava longe do efeito dele e sair daquela poltrona.

Mas então ele voltou, com tal intensidade que tive que olhar novamente pra confirmar que não era você. Meu coração é teimoso quando se trata de você, ti vê em todos os rostos, e mesmo assim não se contenta com nenhum. E aquele cheiro tão perto fez com que você ficasse um pouco perto também. Olhei de novo, o estranho me fitou confuso, e então percebi que ele podia ser você, já que hoje você me é tão estranho quanto ele e está tão distante quanto ele estaria assim que descesse do ônibus. 

Mas o seu cheiro continua aqui, assim como seu abraço, sua voz, e ao mesmo tempo, assim como a ausência de tudo isso. E a saudade..

Ausência Justificada



Oi Gente! Bom, já faz um mês que não posto e eu tenho um motivo meio estranho pra isso. Eu comecei postando no blog a respeito do desapego, amor próprio e essas coisas. E eu sou o tipo de menina que aprendi sim como me desapegar e me sentir feliz comigo mesma, mas não aprendi a não me apegar.  Mesmo eu desapegando muito fácil eu me apego mais fácil ainda.

 E aí nesse ultimo mês eu andei me apegando, e aí não postei porque não queria falar sobre amor aqui, mas então  percebi que não era amor, era paixão bobinha, daquelas gostosas, e eu já tinha falado desse tipo de paixão aqui. E percebi ainda que, o necessário não é “nunca mais se apaixonar” e sim saber o que fazer com essa paixão quando ela acontecer, não deixar de ser apaixonada por você quando se apaixonar por outra pessoa.

 Eu sei que ainda vou ter alguma dificuldade de escrever sobre coisas mais “melosas”, mas o blog vai me forçar a pensar mais sobre isso e consequentemente conhecer melhor a forma com que eu me sinto em relação a esse lance todo de paixão.
 
Então até o próximo post, onde talvez vocês encontrem um coração partido, ou amolecendo ou duro como gelo. Afinal é como disse Quesney:  “Laissez faire, laissez passer, le monde va de lui même”  (“Deixai fazer, deixai passar, o mundo anda por si próprio”).

O Cometa



"Ela é apenas uma garotinha perdida quando vê o cometa e de repente sua vida passou a ter sentido. Então ela espera a vida toda que o cometa volte. Ela tem fé que o cometa vai voltar mesmo que os cientistas e intelectuais digam que não, seu coração ainda acredita. A garota viu um cometa, e sentiu que sua vida toda começou a ter um significado. E quando ele foi embora, esperou a vida inteira para que ele voltasse novamente. A garota viu o cometa. Era mais do que um cometa pelo que trouxe para a vida dela, direção, beleza, significado.Tiveram muitos que não puderam entender, mas até nas suas piores horas,ela sabia em seu coração que algum dia, o cometa iria voltar pra ela. E seu mundo estaria completo de novo. E sua crença no amor e na arte divina renasceria em seu coração. . È uma historia de amor épica. È sobre o amor em sua forma mais pura."

Conselhos não ouvidos



Nada, não importa o que, acontece sem que a gente permita. È claro que existem coisas incontroláveis, independentes do nosso querer. O pensamento raramente é uma delas.

Lemos todos os dias, em vários sites, blogs, revistas, posts, twits, sobre o desapego. Principalmente quando estamos passando por desilusões amorosas é muito fácil entrar em um blog, ler um texto sobre desapego e pensar  “poxa, ela ta certa, é assim”. Eu já li inúmeros textos sobre desapego sendo exatamente isso que eu precisa ler, vários textos que relatavam exatamente o que eu estava passando no momento. Mas nunca adiantaram quando eu não quis entender. São como conselhos, a gente pode ouvir vários de diferentes pessoas, eles não iram adiantar nada desde que nossa mente não esteja aberta pra eles.

Esses textos só começaram a fazer sentido a partir da hora que eu entendi o que queriam dizer, quando eu finalmente percebi que era  necessário algo além de simplesmente ler. Fragmentos desses textos me ajudaram a perceber isso, mas não foi de um texto só em um dia, foram de vários, durante vários dias em que passaram várias pessoas e aconteceram várias coisas.

A moral disso tudo é essa, é você ler aquele texto e mais do que fingir que entendeu e que vai aplicar aquilo na sua vida, perceber. Perceber que alguma coisa pode ta doendo e magoando muito agora, mas que uma hora ela vai passar. Porque tudo passa, mesmo pra aquelas pessoas masoquistas (que na maioria das vezes somos) que entram nas redes sociais do ex namorado e vasculham tudo pra encontrar coisas que vão magoar. Uma hora não magoa mais. O Amor é lindo e temos sim que lutar por ele, mas uma coisa é inegável, o amor só é lindo quando é bom, porque afinal, não é essa a função dele?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

..

Blogger news